terça-feira, junho 12, 2012

12-06-2012 nada nunca acaba


nada nunca acaba.
o dia só acaba pra começar denovo
a matéria só é destruída pra formar outra.
tudo continua.

o toque continua
a lembrança continua
no dia que eu fui bom, que eu tentei
no dia que eu não abusei e deixei um pouco as drogas do lado
não teve reciprocidade
e não acabou
ainda cresce.
ainda dói.

no dia que eu falei "fica" e tu
me respondeu "não."
ainda continua ressoando.

as rejeições não terminam
a neblina não termina
eu continuo pendurado no segundo andar enquanto todo mundo dorme
enquanto a neblina cega qualquer palmo que se dê pra ver de distância

quando tu me disse sobre os rapazes daí
sobre as meninas
e eu disse "ok, ta tudo bem, vai lá"
não acabou nada do que senti

e talvez foi melhor assim

Um comentário:

Oliveira, Mariana disse...

que nostalgia que me deu.