sexta-feira, julho 15, 2011

Nos últimos dias tenho passado essa vontade
Absurda
De desistir de tudo como sempre fiz.
Esse mal incrível de não conseguir chegar ao fim do que começo.
Minha vontade era de que qualquer coisa
Acontecesse comigo que me tirasse daqui,
Que me mandasse pra outro lugar.
Mentalmente ou fisicamente,
Não me importaria.

Eu queria nessas horas pensar em como sair
Em como fugir
Como fazer qualquer merda que me fosse útil
Mas chove a cada dia que penso em me mexer pra qualquer coisa.
Hoje caiu um temporal.

Sem cigarro, sem bebida, sem droga alguma.
Eu acordo com vontade de dormir logo,
Durmo na vontade de não acordar por anos.
Meu animo pra realizar qualquer merda ta se esgotando.
Vontade de fuder com tudo ao meu redor até não sobrar mais nada, pra eu poder reconstruir.
Preciso me reconstruir de uma forma ou de outra.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pode parecer pura demagogia... um passo de cada vez.... cada coisa no seu momento certo.... não adianta tentar abraçar o mundo mesmo quando os braços parecem ser grandes demais... Somes pequenos e menores que um folha de papel que vai e vem com primeiro ou o ultimo sopro. Viva Daniel... cada coisa no seu devido momento. Digo de carteira, viver o presente, almejando um futuro melhor.... Cest la vie. Um forte e caloroso abraço; Gosto muito de voce e inteligencia, é algo que sobra em voce. Forse.