sábado, maio 14, 2011

é tanto vazio que quanto mais se anda
quanto mais se procura
menos encontra.

cigarro, bebida, mulheres...
não há um bar ou prostituta que valha o abraço de quem se quer por perto.

e substituir por qualquer coisas
só transforma em um conforto momentâneo, é o êxtase monocórdio.
queima, arde, faz viver e apaga.
quando vai embora, é como o cheiro de cigarro recém-apagado no meio da madrugada.

nada compra a solidão.

Nenhum comentário: